sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

FRAMES-CRÍTICA: Anjos e Demônios - Robert Langdon de volta à ativa

Fábio Pereira
xanderfbi@hotmail.com



Anjos e Demônios
Nesta continuação de O Código da Vinci, Tom Hanks (do divertido Meus Vizinhos são um Terror - leia o review) interpreta novamente o professor de simbologia Robert Langdon, que é chamado pelo Vaticano para investigar o misterioso desaparecimento de quatro cardeais, que são os favoritos para a sucessão do Papa.
Com maestria, o diretor Ron Howard conseguiu transformar o protagonista Langdon em um quase herói de ação, com reviravoltas magníficas na trama, que envolve os “Illuminati”, uma sociedade antiga e secreta. A fotografia excelente, que mostra vários locais de Roma, como uma réplica da Praça de São Pedro (já que o Vaticano não permitiu que fossem filmadas cenas no local) além de diversas basílicas espalhadas pela capital italiana, faz de Anjos e Demônios um filme de ficção imperdível.
Ewan McGregor, que interpretou o “Camerlengo” Patrick McKenna, peca um pouco pela falta de convencimento em seu papel, mas nada que afete esta grande produção cinematográfica.
Em tempo: no livro de Dan Brown, os acontecimentos mostrados em Anjos e Demônios se passam antes de O Código da Vinci, mas nas telas a ordem foi invertida.


Anjos e Demônios (Angels and Demons, EUA, 2009). Elenco: Tom Hanks, Ewan McGregor. Direção: Ron Howard.

Nota/Fábio Pereira – 8 Frames

Pontuação
01 a 02 Frames – Ruim
03 a 04 Frames – Regular
05 a 06 Frames – Bom
07 a 08 Frames - Ótimo
09 a 10 Frames - Obra Prima




TRAILER LEGENDADO 



OFERTA
https://goo.gl/o9eq17
COMPRE O DVD

Post atualizado em 11/06/2018.

Nenhum comentário: