sábado, 28 de abril de 2012

FRAMES-DICAS: Dicas de filmes para um fim de semana prolongado.





Um novo Caminho –Sem forças para lidar com a própria dependência, o jornalista Hervé decide hospitalizar-se numa clínica para tratamento de alcoolismo.O filme alterna os desafios atuais do protagonista com flash de lembranças das tristes situações vivenciadas.Consegue ser ao mesmo tempo contundente e informativo- vale a pena assistir. (França 2009,Imovision/de Philippe Godeau).
Godard,Truffaut e a Nouvelle Vague- Documentário distribuído pela Imovision. A história dos dois expoentes máximos do cinema francês, com o início da trajetória da nova Onda do Cinema na França. Escrito pelo  biógrafo de ambos, o filme revela imagens de arquivos e as contradições entre ambos que os levaram a o antagonismo.(França,2009-Emmanuel Laurent).


São Paulo S/A – A verdadeira protagonista é a cidade de São Paulo,também conhecida como Paulicéia ou Sampa. O seu ritmo alucinante e angustiante nos fins de 1950,devido  a industrialização crescente e voraz. Walmor Chagas, que interpreta o personagem Carlos, embora insatisfeito com o ambiente não vê outra perspetctiva, senão seguir o caminho dos jovens de sua época e idade -trabalhar s sustentar a família. O filme revela o talento de Luiz Sérgio Person,morto prematuramente aos 40 anos. (Brasil.1965-Vídeofilmes)

Um Novo Despertar - lançado em avant première no fim do mês de abril próximo passado nos Estado Unidos, o Drama conta a história de um CEO ( executivo) de uma fracassada empresa de brinquedos,que usa um fantoche de castor como alter ego para expressar seus sentimentos. Todos que o conhecem acham que ele ficou pancada. Como a vida imita a arte,não tem sido diferente na vida  real de seu principal protagonista Mel Gibson,que foi proibido pela  produtora do filme e sua amiga a atriz Jodie Foster,de dar entrevistas e não comparecer ao lançamento,temendo que a imagem do ator arranhada por um recente episódio doméstico,atrapalhe o sucesso da produção.

Jogo de Poder - thriller de suspense e ação estrelado por Sean Penn e Naomi Watts que conta a história real da agente da CIA Valerie Plame após os atentados de 11 de setembro. A produção americana mostra os bastidores do poder na política estadunidense. Vale a pena conferir.
Satyricon e Roma - dois filmes feitos num espaço de quatro anos ambos lançados recentemente em DVD.O primeiro é baseado na peça de Petrônio e se passa na idade antiga; o outro, no auge do movimento hippie dos anos 70.O diretor italiano Federico Felilini, aborda as transformações e crise dos valores morais.

terça-feira, 24 de abril de 2012

FRAMES-TOP – Heróis do cinema: os inimigos tremem com sua eficácia

Fábio Pereira

Em nosso post anterior, falamos das heroínas do cinema, mulheres que botam qualquer homem no chinelo quando os requisitos são ser rápidas e mortais. Mas seria uma injustiça com a classe masculina se eu não fizesse um breve apanhado com os caras por quem os inimigos tremem.


1° Lugar – Dutch 
(O Predador)

Bastou um filme, lançado em 1987, para conhecermos a força e astúcia do Major Dutch (Arnold Schwarzenegger), comandante de um grupo de resgate com a missão de procurar soldados e um ministro da Guatemala desaparecidos numa selva da América Central. Mas, o que era para ser uma missão simples e rápida, vira um pesadelo quando o grupo se depara com uma estranha criatura que possui a capacidade de se camuflar e começa a matar, um por um, os soldados do pelotão.
Dutch era especialista no manuseio de armas e na confecção de armadilhas, além de ter se adaptado à extrema desvantagem, enfrentando um ser alienígena melhor equipado e muito mais forte.



2° Lugar – Henry Jones Júnior 
(Franquia Indiana Jones)

“Eu pensei que arqueólogos fossem homens baixinhos que viviam procurando múmias”. Esta citação da cantora Willie Scott (Kate Capshaw) no segundo filme da franquia, nem de longe lembra nosso herói Top 2. Arqueólogo pouco convencional, professor de arqueologia e acusado de ser um ladrão de túmulos - alguém aí falou Lara Croft? – ele sempre foi a pedra no sapato dos nazistas e, mais recentemente russos, na busca por itens do sagrado catolicismo ou sobrenaturais, envolvendo alienígenas.
O “Doutor Jones” era mestre no chicote e nas montarias, além de sempre dar conta de adversários muito superiores, em lutas corporais, com uma ajudinha de suas namoradas, familiares ou amigos, é claro.



3° Lugar – John McClane 
(Franquia Duro de Matar)

Policial “pé no saco” dos bandidos, John McClane (Bruce Willis) tem uma sina em estar no local errado, na hora errada, em muitas ocasiões. Enfrentou falsos terroristas que tomaram um prédio em Los Angeles (EUA), perseguiu verdadeiros terroristas em um aeroporto de Washington, na véspera de Natal, participou de jogos quase mortais devido à uma vingança pessoal e combateu “cyber-terroristas”, no quarto filme da cinesérie.
Capaz de enfrentar muitos inimigos, mesmo estando sozinho, McClane é a personificação de herói solitário que sempre resolve as confusões atirando antes e perguntando depois. Yippee-ki-yay, motherfucker!



4° Lugar – Riggs & Murtaugh 
(Franquia Máquina Mortífera)

Os opostos se atraem. Martin Riggs e Roger Murtaugh são especialistas em atrapalhar os planos de bandidos de terceira, traficantes de drogas e falsificadores de dinheiro. Riggs (Mel Gibson) é o policial ousado, sangue frio e que não leva desaforo para casa, prova disso é a infindável lista de bandidos que ousaram enfrentá-lo e não viveram para contar a história. Já Murtaugh (Danny Glover), apesar de sempre “estar velho demais para isso”, é o regrado e cauteloso da dupla, mas que auxilia Riggs no combate aos malfeitores, sempre com uma visão mais calma das situações.
Martin Riggs é especialista em artes marciais como jiu-jitsu e capoeira, além de poder deslocar seu ombro esquerdo quando quiser, tornando possível escapar de algumas armadilhas mais elaboradas. Roger Murtaugh, apesar da idade, tem boa mira e sempre deu conta de inimigos em lutas corporais.



5° Lugar – Rocky Balboa 
(Franquia Rocky)

Aí você me pergunta: qual o motivo para um mero lutador de boxe estar na lista de heróis? Rocky Balboa (Sylvester Stallone) sempre foi mais que um lutador de boxe. Suas batalhas não se resumiam aos ringues, mas também se estendiam a problemas familiares e financeiros pelos quais passou ao longo dos seis filmes da cinesérie. Humilde lutador e cobrador nas horas vagas, daqueles que sabem dar uma “boa pressão” nos devedores, Balboa enfrentou adversários muito superiores, com melhores condições físicas e financeiras, o que possibilitava aos mesmos as mais modernas técnicas de treinamento, além dos melhores especialistas. Apollo Creed, Ivan Drago, Clubber Lang e Tommy Gun não foram capazes de derrota-lo (Nota: Lang derrotou-o na primeira luta, mas foi massacrado na revanche). No último filme da franquia, até mesmo Mason Dixon teve de se contentar com uma vitória somente por pontos, na batalha contra um aposentado Balboa.
Rocky Balboa era um exímio lutador, com uma arrasadora “pata do sul”, além de ser especialista em briga de rua.



6° Lugar – James Bond 
(Franquia 007)

O mais charmoso e conhecido espião do cinema, criado em 1953 pelo escritor Ian Fleming, já foi interpretado por 6 atores até o momento, sendo o mais recente Daniel Craig. Bond é um exímio atirador, com licença para matar (00). Apreciador de vodka-martini (mexida e não batida), e em algumas versões conhecedor de artes marciais, ele já enfrentou incontáveis vilões ao longo de 22 produções para o cinema, salvando a Inglaterra de chantagens atômicas e armas mortíferas, capazes de aniquilar toda a humanidade.
James Bond, além de ter um treinamento exemplar em armas e uma inteligência fantástica para se adaptar a situações pouco convencionais, conta ainda com diversos aparatos tecnológicos fornecidos pelo laboratório de pesquisas do MI6 (nome do fictício serviço secreto britânico).

 

7° Lugar – V 
(V de Vingança)

Para lutar contra um governo autoritário, que prega obediência e medo, surge um enigmático anarquista, trajado de capa, chapéu e máscara, que se denomina apenas como V (Hugo Weaving). Através de um plano que incita a revolta da população, com a destruição do antigo palácio da justiça e subsequentemente o prédio do Parlamento Britânico, V lidera uma revolução despertando o que há de melhor nas pessoas: a luta por seus direitos. O filme fez tanto sucesso que, hoje em dia, a “máscara de Guy Fawkes” é um item de indumentária obrigatória em protestos ao redor do mundo.
V é especialista em facas, tornando-o mais mortal contra inimigos munidos de armas de fogo, além de possuir uma força de vontade e energia incríveis. “Tem muito mais que carne embaixo dessa máscara. Embaixo dessa máscara tem uma ideia. E ideias são a prova de balas”.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

FRAMES-SÉRIES: E se você descobrisse que seu marido é gay e sem dinheiro? Série conta a história da atriz Fran Drescher.


O Canal Comedy Central vem se tornando referência quando se trata de rir. Desde o início do ano você pode acompanhar as melhores séries, filmes, stand-ups, animações entre outros.
Neste domingo, 22 de abril, estreia Happily Divorced, série cômica que conta a história real da atriz Fran Drescher e seu marido Peter Jacobson que após 18 anos casados, Fran (Drescher) descobre que seu marido Peter (John Michael Higgins) é gay. Eles se divorciam, mas por ironia do destino o “homem” da casa continua morando com ela devido a sua situação financeira. Daí em diante você pode imaginar a loucura que fica a vida da atriz.
Fran Drecher ficou mundialmente conhecida pela série de TV “The Nanny” (A Babá) que foi exibido pela Rede Record e pela Rede 21. Em entrevista coletiva na cidade do México no dia 09 de março deste ano, quando estava em visita para promover a série, Fran comenta que foi difícil e tomou um certo tempo para ela aceitar a homossexualidade do ex-marido, mas que hoje eles são bons amigos.
Fran e atriz, comediante, produtora, roteirista, ativista e outras tantas coisas mais. Conhecida por sua fala nasal e sua risada metralhadora ela consegue arrancar boas risadas do público com suas séries e filmes.
Fica a dica: Happily Divorced estreia no canal Comedy Central, pela TV por assinatura consulte sua operadora para saber o canal, dia 22, domingo as 20h30. Vale a pena conferir. A série já está na sua segunda temporada nos EUA.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

FRAMES-TOP: Fortes, rápidas e geniais - as heroínas das telonas

Fábio Pereira

xanderfbi@hotmail.com

Olá, cinéfilos de plantão. Estivemos ausentes por um tempo, mas pouco a pouco vamos atualizando o “Frames da Imaginação” com o que há de melhor no mundo do cinema. E, em nosso Top de hoje, vamos falar um pouco das grandes heroínas dos filmes, mulheres que botam muitos heróis de ação no chinelo quando o quesito é ser barra-pesada. 


1° Lugar – Sarah Connor (Franquia O Exterminador do Futuro)

Mãe de John Connor, que será o líder da resistência contra as máquinas, comandadas pela Skynet, Sarah foi interpretada de maneira suave por Linda Hamilton no primeiro filme da franquia, em 1984, voltando totalmente remodelada em “O Julgamento Final”, de 1991, mostrando que a frágil garçonete se tornou uma guerreira quase paranoica que, a todo custo, luta para salvar seu filho do T-1000 (exterminador enviado pela Skynet para matar John). Com a ajuda do T-800, interpretado por Arnold Schwarzenegger, Sarah consegue somente adiar a guerra contra as máquinas. Sarah tem o conhecimento de diversos tipos de armamentos e uma força de vontade incrível a seu favor. 
 

2° Lugar – Ellen Ripley (Franquia Alien)

Tenente da espaçonave comercial USS Nostromo, Ripley (Sigourney Weaver) teve de lutar contra o alienígena que dizimou sua tripulação no primeiro filme da série, filmado em 1979. Na sequência, em 1986, junto com os fuzileiros coloniais, retornou ao Planeta LV-426, onde achou uma colônia completamente dizimada pelas criaturas. Sobreviveu para lutar sem armas contra outro exemplar mais ágil do alienígena, na colônia penal Fiorina Fury 161 e lá teve seu fim numa escaldante fornalha. Clonada, ressuscitou parte humana e alienígena em Alien – A Ressurreição, última sequência da franquia original, que mostrou uma Ripley mais inteligente e apegada às criaturinhas. Ripley sempre teve uma garra incrível, além da coragem que predominou mesmo quando foi clonada. 
 

3° Lugar - Selene – (Franquia Anjos da Noite)

Para se vingar daqueles que supostamente mataram sua família, a vampira Selene (Kate Backinsale) passou parte de sua eternidade a caçar e eliminar os Lycans (lobisomens), até encontrar Michael Corvin (Scott Speedman), que se torna seu companheiro quando se transforma na mutação de vampiro e lycan, criando um ser mais forte. Selene volta a enfrentar outro ancião, Marcus, no segundo filme da cinesérie, que se encerra com ela grávida e provida de novos poderes como a tolerância à luz do sol. No recém-lançado e medíocre “Anjos da Noite – O Despertar”, Selene acorda num futuro em que os humanos caçaram os vampiros e lycans os levando quase à extinção. Nesse mundo desconhecido, ela precisa achar Michael que está desaparecido e descobrir o paradeiro de sua filha. Selene tem força, agilidade e é imune à luz do sol, além de saber manejar diversas armas. 

 
4° Lugar - The Bride/A Noiva (Kill Bill)

Vingança é a palavra de ordem que move Beatrix Kiddo (Uma Thurman), contra seus ex-parceiros do Esquadrão Assassino das Víboras Mortais e seu ex-amante Bill. No primeiro filme e em sua sequência, dirigidos por Quentin Tarantino, Beatrix sai em busca de cada um daqueles que haviam pensado ter dado um fim a ela, no massacre em uma capela no estado do Texas (EUA). The Bride é treinada em artes marciais e mestre na técnica da espada samurai, o que impôs uma dificuldade considerável a seus inimigos, como “Os 88 Loucos”. 
 


5° Lugar - Babydoll (Sucker Punch – Mundo Surreal)

Uma garota é internada em um sanatório, por seu padrasto ganancioso que pretende herdar a fortuna deixada por sua mãe. Lá, para enfrentar terapias dolorosas e uma futura lobotomia, ela se refugia em sua mente, criando uma realidade alternativa de um Bordel, em que assume o papel de Babydoll (interpretada por Emily Browning), uma heroína que precisa, com a ajuda de suas amigas, coletar diversos itens para escapar do cruel administrador do local. Mas a tarefa não é fácil quando se tem de enfrentar zumbis-nazistas, robôs-samurais e dragões. Babydoll mostra habilidades na espada e com armas de fogo, além da capacidade de paralisar os homens com suas danças sexy. 
 

6° Alice (Franquia Resident Evil)

Mesmo odiada pelos fãs dos games, não posso deixar de citar a heroína da série de filmes Resident Evil. Alice (Milla Jovovich) luta contra a Umbrella Corporation, que através do T-Vírus contaminou quase toda população mundial, transformando-os em zumbis. Durante os filmes, descobre-se que ela foi infectada com o T-Vírus, o que lhe conferiu agilidade, força e poderes psíquicos, muito úteis quando no enfrentamento de inimigos como Nêmesis e a mutação que virou o Dr. Isaacs, no terceiro filme da cinesérie. 
 

7° Hermione Granger (Franquia Harry Potter)

Nerd, irritante e amorosa ao mesmo tempo: essa é Hermione Granger (Emma Watson), uma filha de pais “trouxas” que ajudou Harry Potter e seu amigo Rony Weasley a combater o maléfico Lord Valdemort na série de filmes do bruxinho para o cinema. Mestre em encantos, Harmione provou que é barra-pesada contra qualquer inimigo, mesmo sendo bastante jovem e inexperiente.