terça-feira, 25 de agosto de 2009

FRAMES-CRÍTICA: Presságio - Catástrofes na humanidade

Fábio Pereira
xanderfbi@hotmail.com

Presságio (Knowing) é um daqueles filmes que você assiste pensando em uma coisa e se surpreende com o desenrolar da trama. A estória gira em torno de um desenho de 50 anos, feito por uma menina em uma escola pública dos Estados Unidos e que prevê todas as tragédias da humanidade. Ao ser descoberto por um professor de Astrofísica do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (o popular M.I.T.), interpretado por Nicolas Cage (Motoqueiro Fantasma), ele descobre que ainda faltam três tragédias para acontecer.
Dirigido por Alex Proyas (Eu, Robô), o filme começa com ritmo lento, parecendo ser aquelas velhas estórias batidas de videntes malucos que acabam esclerosados e desacreditados, até quando alguém descobre que a profecia é real. Mas em
Presságio, tudo é diferente. Algumas cenas espetaculares como o desastre de avião presenciado pelo personagem de Nicolas Cage e o desastre final - que não será revelado aqui para não perder a surpresa do filme – fazem com que Presságio seja um filme surpreendente.

Presságio (Knowing, EUA/Austrália, 2009). Elenco: Nicolas Cage, Rose Byrne. Direção: Alex Proyas.


Nota – 8 Frames

Pontuação
01 a 02 Frames – Ruim
03 a 04 Frames – Regular
05 a 06 Frames – Bom
07 a 08 Frames - Ótimo
09 a 10 Frames - Obra Prima