quinta-feira, 17 de setembro de 2009

FRAMES-CRÍTICA: Watchmen - Quadrinhos adaptados

Fábio Pereira

Mesmo para quem nunca leu os quadrinhos de Watchmen, vale à pena assistir ao filme homônimo. A adaptação com um clima chuvoso e um pouco sombrio não tira o brilho desta aventura que se diz passar em 1985, mas que encontra nuances que deixam o filme com cara de anos 50.
A história se passa em plena Guerra Fria e gira em torno do assassinato de um vigilante conhecido como “Comediante” (Jeffrey Dean Morgan – Supernatural), que fazia parte de uma equipe banida em 1977 pelo Congresso Americano. Um dos antigos membros da equipe, conhecido como Rorschach, acredita que a morte de seu antigo companheiro de luta faça parte do começo do começo de um assassinato em massa dos antigos super-heróis.
Dirigido por Zack Snyder (300), a trama conta com muitos efeitos especiais impressionantes, como a caracterização do Dr. Manhattan (Billy Crudup), um cientista que, devido a um acidente, torna-se quase um deus, ajudando inclusive os EUA à “vencerem a Guerra do Vietnã”. Destaque para a heróina Espectral (Malin Akerman) e sua roupa sexy, que namora o Dr. Manhattan. Com 2h43min de duração, o filme perde um pouco o fôlego, mas nada que abale o conjunto da obra.

Watchmen – O Filme (Watchmen, Canadá/EUA/Inglaterra, 2009). Elenco: Jeffrey Dean Morgan, Billy Crudup, Carla Gugino. Direção: Zack Snyder.


Nota/Fábio Pereira – 7 Frames

Pontuação
01 a 02 Frames – Ruim
03 a 04 Frames – Regular
05 a 06 Frames – Bom
07 a 08 Frames - Ótimo
09 a 10 Frames - Obra Prima






OFERTA

https://goo.gl/EeuZnv
COMPRE O DVD