terça-feira, 31 de outubro de 2017

FRAMES-COMEMORAÇÃO

Atingimos a marca de 60.000 páginas visualizadas

Há quase 9 anos, um publicitário e um jornalista que trabalhavam juntos há pouco tempo, mas que já mostravam interesses cinematográficos em comum, tiveram a ideia de criar um Blog com o intuito de levar aos fanáticos por cinema, séries de TV e diversas outras vertentes relacionadas à vários tipos de Arte, críticas, notícias, dicas, e informações relacionadas ao entretenimento. Assim, surgiu o Frames da Imaginação! 
Devido a compromissos profissionais e à vida turbulenta, nem sempre somos capazes de propiciar atualizações frequentes, mas sempre fazemos o possível para levar toda gama de entretenimento e diversão a todos vocês, que nos prestigiam e acompanham nosso trabalho.
Fica aqui nosso eterno agradecimento a você, leitor do Frames da Imaginação, e um desejo de que venham outros 60.000 acessos em breve.



segunda-feira, 30 de outubro de 2017

FRAMES-RETRÔ: Um horror vindo do espaço infecta Londres em “Força Sinistra”

Fábio Pereira
xanderfbi@hotmail.com

Halloween pode ser coisa de americanos, mas há quem adore e aproveite a tradição ianque para se entupir de doces ou, simplesmente, se entregar a altas doses de bebidas alcoólicas. Mas se nessa época você, caro leitor do Frames da Imaginação, prefere uma reclusão nessa noite voltada às bruxas, demônios e seres das trevas, no Frames-Retrô de hoje eu tiro a poeira das minhas estacas, essência de alho e água benta e te apresento a uma película que fará força para sugar sua alma.  
Era 1985 quando a Cannon Films (do famoso “A Golan-Globus Production”), responsável por filmes de baixo orçamento, mesmo assim memoráveis, lançou uma pérola do cinema de terror. Baseado no livro The Space Vampires, de Colin Wilson, Força Sinistra tinha uma trama que, se não era tão original, até hoje causa certa tensão aos mais sensíveis. Sob a tutela do experiente Tobe Hooper (in memoriam), diretor de clássicos do gênero como Pague Para Entrar, Reze Para Sair (1981) e Poltergeist: O Fenômeno [leia o review], a produção abraça a figura mítica dos vampiros, acrescentando um novo contexto sobre a lenda dos seres que, originalmente, vagam em busca do sangue dos seres vivos. A história de Força Sinistra segue uma equipe

Mire 5cm abaixo do coração

de astronautas, em missão conjunta entre EUA e Inglaterra, que parte para investigar o famoso Cometa Halley. Ao se aproximar do corpo celeste, eles detectam uma imensa nave e decidem investiga-la, encontrando estranhos seres preservados em caixões de cristal. O pior acontece e os alienígenas acabam em Londres, onde começam a consumir a força vital das pessoas, gerando uma epidemia de infectados.

Duane Barry, é você?!

Encabeçado por nomes de peso, como o experiente Frank Finlay (in memoriam), no papel do Dr. Hans Fallada; o ator tipicamente britânico Aubrey Morris (in memoriam), como Sir Percy Heseltine; e Steve Railsback (em desempenho que remete a um de seus mais ilustres personagens numa famosa série de TV dos Anos 1990); Força Sinistra ainda é muito lembrado pela performance ao natural da atriz francesa Mathilda May, no papel da vampira espacial.
Com uma trilha sonora imponente, regida pela Orquestra Sinfônica de Londres, além de um roteiro que merece pontos por sair das manjadas locações americanas e situar a ação principal numa capital inglesa envolta em trevas, Força Sinistra é um filme ideal para assistir bem tarde da noite, com as luzes apagadas e uma lança feita de metal e chumbo a tiracolo.



Curiosidades sobre o filme
 

Quem resiste a esse olhar 43?


- Mathilda May, que interpretou a vampira espacial dentre 1000 (!) atrizes consideradas para o papel, aparece num total de somente 7 minutos durante toda a película;


"I want my tea earl grey!"


- Conhecido dos fãs de Star Trek, pelo papel do capitão Jean-Luc Picard, Sir Patrick Stewart, interpreta aqui um diretor de um hospital psiquiátrico; 


Free Hugs!


 - Alguns dos corpos dissecados foram reaproveitados, 14 anos depois, no filme A Múmia, estrelado por Brendan Fraser;


O coletor de almas


 - A nave espacial dos vampiros, em formato que lembra um guarda-chuva, foi concebida através de uma alcachofra como modelo.



“De certo modo, somos todos vampiros. Drenamos energia de outras formas de vida. A diferença é o grau.” – Dr. Hans Fallada.


Força Sinistra (Lifeforce, EUA, 1985). Elenco: Steve Railsback, Mathilda May e Peter Firth. Direção: Tobe Hooper.




TRAILER





Fotos: Divulgação/Internet.
Informações adicionais: IMDB.  


OFERTAS

http://oferta.vc/v2/178854cac48
COMPRE O DVD
Post atualizado em 27/06/19.

terça-feira, 24 de outubro de 2017

FRAMES-RETRÔ: Um professor de educação física entra numa roubada quando precisa assumir um “Curso de Verão”

Fábio Pereira 
xanderfbi@hotmail.com 

Existem muitos exemplos de filmes com temáticas colegiais nos Anos 1980, mas antes que qualquer preconceituoso de plantão aponte o dedo para afirmar que “são todos iguais”, ressalto aqui que uma das intenções (ao menos para mim) da maioria das produções cinematográficas é, simplesmente, entreter. Sim, meus caros leitores, o entretenimento faz bem para a saúde e, é claro, te faz relaxar e aproveitar um bom filme sem a constante necessidade de apontar os erros óbvios de roteiro, atuações ou mesmo o excesso de clichês do gênero. Dito isto, no Frames-Retrô de hoje, trago a vocês uma comédia bem divertida dessa maravilhosa década do cinema americano: Curso de Verão, de 1987 (também rebatizado como Curso de Férias nas terras tupiniquins)
A trama, sem muitos rodeios, nos apresenta a Freddy Shoop (Mark Harmon, mais conhecido hoje pela série de TV NCIS), um professor de educação física boa praça que tem grandes planos para o verão, mas que por pura falta de sorte acaba por ser forçado, pelo diretor da escola onde leciona, a assumir o Curso de Verão (equivalente à nossa antiga recuperação escolar). Em meio a alunos desmotivados e sem nenhum interesse pela aprendizagem, Shoop contará com a ajuda de uma professora de história (Kirstie

Kirstie Alley ainda na fase enxuta

Alley, de Olha Quem Está Falando - 1989) e tentará, a todo custo, aprender a lecionar para manter seu emprego. 

Harmon, em desempenho suave, mostra-se perfeito para o papel de um professor que não parece de verdade (como o próprio personagem ressalta). Sua turma, uma série de alunos caricatos dos mais variados tipos, compõe um cenário high school bem presente em outras produções do gênero e época, mas com alguns destaques, como a dupla de descerebrados aficionada pelo clássico do terror O Massacre da Serra Elétrica (1974), os quais provêm algumas das cenas mais icônicas da película, além de outros personagens que sempre marcam presença em produções colegiais, como a surfista que se apaixona pelo professor mais velho (Courtney Thorne-Smith, de Os Nerds Saem de Férias – 1987); o nerd bobalhão (Richard Steven Horvitz, que hoje tem a carreira voltada para a dublagem); a aluna de intercâmbio boazuda (Fabiana Udenio, a Alotta Fagina de Austin Powers – 1997); e o jogador de futebol americano que precisa concluir o curso para voltar ao time (Patrick Labyorteaux de Loucademia de Esqui – 1990); dentre outros. 

"Eu não sei nada! Eu não sei nada!"

Curso de Verão é o tipo de comédia despretensiosa que poucas vezes vemos nos cinemas atualmente. Com algumas cenas claramente improvisadas e, apesar do final feliz e certinho, ainda vale a pena pela diversão e o simples, mas sempre necessário entretenimento. 


Curiosidades sobre o filme 
- A mesma escola em que se passa a trama foi utilizada também em outro clássico oitentista: Karatê Kid – A Hora da Verdade (1984);

Shawnee Smith pré-Jigsaw


 - Shawnee Smith, mais conhecida por seu papel na franquia “Jogos Mortais”, interpreta uma adolescente grávida e sem marido, que precisa passar pelo Curso de Verão; 

O personagem de Carl Reiner deixou Shoop numa roubada


- O diretor do filme, Carl Reiner, faz uma pequena ponta no início da película interpretando o professor que ganha na loteria. 



“Tudo isso aqui é uma besteira. Tem uma razão muito séria para férias de verão: o cérebro humano precisa de descanso.” – Chainsaw. 


Curso de Verão/Curso de Férias (Summer School, EUA, 1987). Elenco: Mark Harmon, Kirstie Alley e Courtney Thorne-Smith. Direção: Carl Reiner. 


TRAILER


Fotos: Divulgação/Internet.
Informações adicionais: IMDB. 




OFERTA

COMPRE O DVD

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

FRAMES-RETRÔ: Para a doença chamada violência, só existe uma cura: “Stallone Cobra”

Fábio Pereira 
xanderfbi@hotmail.com 

Em 1986, Sylvester Stallone já era um ator consagrado por protagonistas marcantes na indústria cinematográfica, como Rocky Balboa e John Rambo, mas o que poucos sabem é como um dos personagens mais icônicos de sua carreira foi criado. Muito antes de dar vida ao policial Marion Cobretti, ele estava escalado para ser o protagonista de outro clássico oitentista, Um Tira da Pesada (1984). Isso mesmo, meus caros leitores. Axel Foley deveria ter sido interpretado por Sly, que quis refazer o roteiro do filme, transformando-o numa produção mais voltada para a ação ao invés do humor. Com o sinal negativo da Paramount, Sly abandonou o projeto e levou todas suas ideias para essa obra que foi uma decepção nas bilheterias americanas, mas que se transformou em cult nas terras tupiniquins. 
Concebido para ser um fugitivo dos Anos 1950 (como bem ressalta seu parceiro Gonzales), a caracterização de Stallone como um implacável membro do Esquadrão Zumbi - numa Los Angeles onde o crime toma proporções alarmantes – não segue à risca o estereótipo de um personagem unidimensional, comum em filmes do gênero. Cobretti, com seus óculos espelhados, é um policial durão, mas tem nuances de um humor rasteiro, além de uma preocupação excessiva com alimentação saudável (!). Com essas facetas, opositores de peso eram essenciais para o funcionamento

O Assassino Noturno: eloquência não era sua especialidade

da trama. É aí que entra, em Stallone Cobra, a gangue de fanáticos, liderada pelo Assassino Noturno - interpretado por Brian Thompson, um velho conhecido dos fãs da série Arquivo X – um psicopata que adora estripar suas vítimas com uma faca extremamente afiada e que quer construir uma “nova ordem”, eliminando os mais fracos da sociedade. Nesse contexto, é inserida a personagem de Brigitte Nielsen (de Um Tira da Pesada

Brigitte Nielsen nos tempos de "alimentação saudável"

II), uma modelo que teve o azar de presenciar um crime envolvendo os maníacos e que precisa ser protegida pelo “policial com problema de atitude”. 
Stallone Cobra é um prato cheio para os fãs do gênero Ação. Não faltam explosões, tiros e perseguições de carros eletrizantes, quase ao estilo da franquia “Velozes e Furiosos”. Além disso, a produção entra no hall da fama do cinema oitentista por produzir uma enorme quantidade de jargões cinematográficos, comumente lembrados, na íntegra, através da clássica versão dublada. 


Curiosidades sobre o filme 

Blooper Alert!

- Numa cena no começo do filme, um blooper é claramente visível. Quando Cobretti rasga a camiseta de um dos traficantes que estavam ocupando a vaga de estacionamento dele, pode-se ver, no peitoral do ator, um microfone colado com esparadrapo, utilizado pela produção do filme; 


Ele não disse as palavrinhas mágicas

- Um dos antagonistas do filme é um velho conhecido dos fãs da série Star Trek – Deep Space Nine. Andrew Robinson era o intérprete do misterioso Cardassiano Garak; 

 

Vamos faturar?


- Nem só de bilheteria vive um filme. Stallone Cobra tinha sua dose de merchandising a olhos (bem) vistos; 


- Contagem de corpos: 52, sendo que 41 (!) foram mortos por Cobretti. 



CITAÇÕES

“Cretino. Você adora dar tiro. Eu odeio gente assim. Você é imaturo. Você é um cocô e eu vou te matar.” – Cobretti. 

“Com louco eu não negocio, eu mato” – Cobretti. 

 “Não gosta de peixe? Peixe é bom.” – Cobretti. 



Stallone Cobra (Cobra, EUA, 1986). Elenco: Sylvester Stallone, Brigitte Nielsen e Brian Thompson. Direção: George P. Cosmatos. 



TRAILER 



Fotos: Divulgação/Internet.
Informações adicionais: IMDB. 





Post atualizado em 15/08/19.